(71) 3014-2020

MAthematical Simulation TEchnology and Research Services

Publicações

SEGURANçA - Publicado em 26/04/2012

Técnicas de análise de confiabilidade e risco (IV). Que aconteceria se ... ? (What if ...? )

Trata-se de um método de análise de risco criativo, suportado em técnicas de trabalho em grupo, sendo a dinâmica de tormenta de idéias (braim storm) a preferida pela maioria dos especialistas.
Técnicas de análise de confiabilidade e risco (IV). Que aconteceria se ... ? (What if ...? )

A técnica What-If é de caráter qualitativo, entretanto constitui um dos melhores métodos para identificação de riscos e perigos relacionados a falhas de equipamentos, a erros humanos, a  condições anormais de operação e a fatores externos. Esta técnica permite um exame detalhado e multifatorial de todo o processo.

Trata-se de um método de análise de risco criativo, suportado em técnicas de trabalho em grupo, sendo a dinâmica de tormenta de idéias (braim storm) a preferida pela maioria dos especialistas.  A análise consiste em percorrer o processo ou instalação seguindo o fluxo produtivo e, em cada ponto, devem ser colocadas todas as perguntas que possam inquietar a equipe em relação à  segurança. A principal desvantagem desta técnica é que não pode assegurar o caráter exaustivo da análise. Se for realizada por uma equipe de trabalho com pouca experiência na tecnologia e/ou  no método de análise, os resultados gerados podem ser incompletos e pouco confiáveis.

Entre os principais objetivos de uma análise utilizando What-If podemos citar:

  • Identificar nos esquemas tecnológicos e fluxogramas disponíveis as fontes de perigos presentes nas instalações ou em um projeto.
  • Identificar problemas operacionais e avaliar com profundidade desvios das condições normais de operação, sejam estes desvios, provocados por fatores internos ou externos.
  • Identificar e listar recomendações e ações complementares de melhoria que permitam aumentar os níveis de segurança.

O método permite identificar cenários de potenciais acidentes, derivados das respostas as perguntas. As perguntas devem ser agrupadas em diferentes categorias como: Insumos para segurança, Mudanças de composição ou parâmetros da matéria prima, Condições de operação não-habituais, Regras e procedimentos operacionais não atendidos, Falhas de equipamentos, Manipulação de produtos e resíduos, e Incidentes externos. Alguns exemplos de perguntas seriam:

  • O que aconteceria se houvesse falta de ar comprimido numa instalação que utiliza mecanismos pneumáticos no sistema de segurança?
  • O que aconteceria se o pH da matéria prima ultrapassa a faixa de operação normal?
  • Quais seriam as consequências se o procedimento de desligamento da usina não fosse respeitado?
  • O que aconteceria se houvesse uma falha de válvulas e elas ficassem fechadas?
  • O que aconteceria se houvesse um incêndio na comunidade vizinha a usina?

A equipe envolvida na análise tentará dar resposta as perguntas, destas respostas derivaram as possíveis consequências e as contramedidas necessárias para minimizar o risco. Geralmente estas contramedidas se convertem em recomendações a serem avaliadas e implementadas pelos gestores da organização.

Os resultados desta análise se documentam em forma de uma tabela, que em suas colunas deve conter: Atividade, “O que aconteceria se...?”, Causas, Consequências ou perigo, Medidas de segurança e recomendações. Ademais da tabela, deverá ser apresentada uma listagem com todas as recomendações para aumentar a segurança derivadas da análise de risco realizada.

Este artigo faz parte da serie Técnicas de análise confiabilidade risco, lançada neste site e que já teve as entregas:

1. Requisitos das técnicas de análise de confiabilidade e risco

2. Requisitos das técnicas de análise de confiabilidade e risco (I). A revisão de segurança

3. Técnicas de análise de confiabilidade e risco (II). A análise mediante listas de verificação (Check Lists)

4. Técnicas de análise de confiabilidade e risco (III). A análise preliminar de perigos (APP)

Voltar


Próximos Cursos

    Sem nenhuma turma aberta no momento.

Associados


 © 2017 Copyright D&D MASTERS
logo Prêmio Top Of Quality 2012